A briga de Klara Castanho
e Antônia Fontenelle

A exposição da gravidez de Klara Castanho continua movimentando o país. A artista, de 21 anos, que engravidou após ser vítima de violência sexual, agora vive uma briga judicial com Antonia Fontenelle 

Isso porque a apresentadora foi uma das responsáveis pela exposição do caso e a atriz entrou com uma liminar para que Antonia Fontenelle excluísse as declarações 

O pedido, no entanto, foi negado pela justiça. Segundo o colunista Ancelmo Góis, do jornal O Globo, a juíza do caso acredita que pedir a remoção dos vídeos é uma espécie de censura

Na decisão, a juíza Flávia Viveiro de Castro disse que: ‘Não se pode censurar um discurso, por mais que com ele não concordemos’. Nas redes sociais, Fontenelle compartilhou uma notícia do veredito 

Após ter o pedido da exclusão das declarações negado, Klara Castanho seguiu adiante e entrou com um pedido de indenização contra a apresentadora, por danos morais 

A justificativa para o pedido é justamente das declarações feitas por Fontenelle. Na época em que tudo veio à tona, a apresentadora acusou a atriz de abandono de incapaz 

No entanto, Klara deu a criança, fruto da violência sexual que sofreu, para a adoção dentro de todos os termos das leis e, por isso, pede ressarcimento após a grave acusação 

O valor pedido pela atriz chegou a impressionar. Conforme informações de Ancelmo Góis, ela pede o montante de R$ 100.000,00 

Na petição, os advogados alegam que as ofensas contra Klara Castanho estão comprovadas e que não restam dúvidas para uma condenação

‘Estão presentes todos os pressupostos para condenar a ré ao pagamento de danos morais no valor de
R$ 100.000,00’, diz o documento 

Texto: Paloma Tavares
EDIÇÃO: GUSTAVO CORREIA
SUPERVISÃO: VITOR BALCIUNAS
CRÉDITOS: reprodução/Instagram

CLIQUE AQUI!