A declaração
polêmica de Anitta

Não é novidade para ninguém que Anitta está atingindo patamares cada vez mais altos em sua carreira. Dona de uma fama internacional, porém, a carioca causou com uma declaração polêmica recentemente.

É que a cantora é a capa da revista Nylon Magazine, que será distribuída no festival americano que Anitta se apresentará, o Coachella. Entretanto, na entrevista, ela não agradou o povo brasileiro.

Na frase que estampa a capa, Anitta diz: 'Na América [EUA] as pessoas só querem parecer legais. No Brasil todo mundo só quer se divertir e transar. Eu quero trazer essa energia para cá'.

A declaração não foi muito bem vista por alguns usuários das redes sociais, que ficaram bem ofendidos com a 'sexualização' da nacionalidade — principalmente da mulher — brasileira.

'Você chegou em um patamar que pode acabar com esse estereótipo da mulher brasileira, mas só reforça ainda mais', escreveu um.

'Adoro ela mas dessa vez não dá pra defender não', criticou mais um.

'Isso aí, aumente a ideia errada sobre os povos latinos', ironizou outra.

'A gente quer é emprego e dinheiro, isso sim!', reiterou mais um usuário do Twitter.

Apesar das críticas, alguns fãs defendem que Anitta não merece a onda de hate já que diversos outros artistas internacionais também reforçam a própria sexualização nos Estados Unidos.

'Gente, por que estão espumando sendo que em um role e festa é exatamente isso que rola?', escreveu um.

Texto: Laura Vicaria
EDIÇÃO: GUSTAVO CORREIA
SUPERVISÃO: VITOR BALCIUNAS
CRÉDITOS: REPRODUÇÃO/
instagram/TWITTER