Climão nos
bastidores do BBB22

Uma suposta 'festa da firma' entre os funcionários do BBB22 deu o que falar na internet nesta segunda-feira (18).

Tudo começou quando Paulo Vieira, apresentador do ‘Big Terapia’ revelou que os funcionários do programa vão fazer uma festa de encerramento da atração e pediram doações em dinheiro para os apresentadores.

'Parece que é tradição os apresentadores doarem uma grana pra galera turbinar a festa. Estava, assim, aquele 'climãozinho' de ‘quanto será que é um valor bom que eu vou sair amado pela equipe, mas sem sair endividado?’', brincou ele.

Preocupado com o alto valor que Tadeu Schmidt poderia doar, ele fez pedido ao organizador: 'Me fala quanto Tadeu vai dar pra eu falar o meu valor!'. Eu posso facilmente dar 10% do valor que ele der'.

Paulo Vieira contou que Rafa Kalimann foi a primeira a doar. A apresentadora doou nada menos que 10 mil reais, o que deixou ele e Dani Calabresa muito preocupados em dar pouco dinheiro para a festa.

'Ô Dani Calabresa, vamos falar para o Tadeu embargar esse pix. Não pode, Rafa Kalimann. Maldita generosa, faz alguma coisa, Ana Clara', pediu ele. 

Desesperada em ter que dar muito dinheiro para a festa, Dani Calabresa também brincou: 'Eu vou roubar um tênis da Rafa Kalimann e doar pra festa'. 

O humorista chegou a questionar Rafael Portugal, que apresentava o CAT BBB antes de Dani Calabresa, quanto ele teria doado no ano anterior, mas a pergunta gerou um climão maior ainda.

'Eu nunca nem fui convidado para essa festa', contou Rafael Portugal, após receber a pergunta.

Porém, entre risadas, ele explicou melhor: 'Eu fiz os dois de programa na pandemia. Agora eles devem estar doidos por uma festinha'. O humorista ainda sugeriu que Paulo Vieira desse apenas 100 reais para a festa.

Texto: Julia Palmieri
EDIÇÃO: GUSTAVO CORREIA
SUPERVISÃO: VITOR BALCIUNAS
CRÉDITOS: REPRODUÇÃO/
TV GLOBO/Instagram